VALOR DO DOM E DA SOLIDARIEDADE O ENGANO DA COBIÇA. XVIII Domingo Comum
Data: 03/08/2019

O VALOR DO DOM E DA SOLIDARIEDADE
O ENGANO DA COBIÇA.

XVIII Domingo Comum

Neste 18º Domingo Comum, no início de Agosto e de férias para muitas pessoas, Jesus, no Evangelho da parábola do rico insensato e avarento, denuncia a falência de uma vida voltada unicamente para os bens materiais, propõe-nos a necessidade de aspirarmos às coisas do alto, à necessidade do dom do repouso, da fraternidade e da solidariedade .

Era uma vez uma mulher má, mesmo muito má, que certo dia morreu. Atrás de si não deixou uma única boa ação. Os diabos pegaram nela e lançaram-no no lago de fogo. O anjo da guarda da mulher, porém, pôs-se a pensar: «Que boa ação posso recordar, para falar dela a Deus?» Recordou-se de uma e referiu-a ao Senhor: «Certo dia, arrancou uma pequena cebola da sua horta e deu-a a um mendigo.» Então, Deus respondeu-lhe: «Ela que se agarre à cebola, para a tirares do inferno: se conseguires tirá-la do lago, que vá para o paraíso, mas, se a cebola se partir, que a mulher permaneça onde está.» O anjo correu para a mulher, estendeu-lhe a cebola e disse-lhe: «Agarra-te, que eu te puxo daí para fora.» E começou a puxá-la devagarinho, e já quase a tinha tirado completamente do lago, quando os outros pecadores que lá estavam viram que a estavam a puxar para fora e começaram todos a tentar agarrar-se a ela, a fim de também eles serem salvos com ela. Mas aquela mulher tão má começou a espernear, dizendo: «Estão a puxar-me a mim e não a vocês, a cebola é minha, não é vossa.» Ainda não tinha acabado de falar quando a cebola se partiu. A mulher voltou a cair no lago de fogo e, ainda hoje, continua a arder aí. O anjo, então, desatou a chorar e foi-se embora .



fechar