A ALEGRIA DO AMOR
Data: 02/02/2019

A ALEGRIA DO AMOR
Neste quarto domingo comum , propõe a liturgia uma reflexão sobre o amor e sobre o profeta do amor. No documento sobre o amor e a família, A alegria do Amor, de 2016, o papa Francisco dá-nos uma fabulosa luz sobre o amor: "o amor é olhar qualquer pessoa com o olhar de Deus; o amor leva-nos a uma apreciação sincera de cada ser humano, reconhecendo o seu direito à existência e á felicidade", nº 96. Num capítulo, do mesmo documento, dedicado à leitura que lemos neste domingo, o santo padre concretiza o que é amor: cura as invejas; liberta da arrogância e do orgulho; cura a ira e a violência interior e exterior; promove a amabilidade e a cortesia, a simpatia, a afabilidade e a atenção, o perdão; ao amor alegra-se com a alegria dos outros, fala bem dos outros, confia nos irmãos, tudo espera; é capaz de suportar qualquer contrariedade e curar todo o ódio, cultiva a boa amizade, a alegria e a beleza, o diálogo e a comunhão; quer incessantemente o bem do outro e promove o bem comum.O amor é luz, que ilumina quem o dá e o recebe".
Algumas simples CONCRETIZAÇÕES do amor/querer bem, à moda de Jesus
1. Sorrir
2. Agradecer e cumprimentar,
3. Recordar às pessoas o quanto são valiosas e importantes;
4. Cumprimentar essas pessoas ;
5. Escutar a história das pessoas sem preconceito;
6. Parar para ajudar;
7. Motivar as pessoas, os familiares e colegas de trabalho;
8. Comemorar e louvar as qualidades e conquistas dos outros;
9. Doar-se a si mesmo e oferecer tempo;
10. Ajudar para que outra pessoa descanse;
11. Corrigir com amor;
12. Ajudar os outros em suas dificuldades;
13. Perdoar;
14. Ligar aos amigos e aos seus pais e ou filhos;
15. Querer o sempre a tu a todos.



fechar