CECÍLIA: testemunho de doação!
Data: 15/09/2018

CECÍLIA: testemunho de doação!

Celebramos a festa em honra de Santa Cecília na nossa paróquia. E a nossa padroeira! O nosso exemplo e nossa referência no seguimento de Jesus!
Cecília nasceu no séc.II-III da era cristã. Os seus pais eram pagãos e da elite romana. Segundo os documentos conhecidos, aos 13 anos de idade, Cecília recebeu o baptismo cristão. As actas da época dizem que ela exercia as obras de misericórdia com os pobres da via Áppia e arredores, em Roma. Pelo seu exemplo de fé destemida, converteu o seu esposo e o seu cunhado ao Evangelho. Morreu quando transcorriam os jogos romanos. O povo, nessa época, ficava eufórico com os jogos, não pensava noutra coisa; daí que o poder romano se servisse dos jogos para dominar e subjugar o povo. Cecília criticava esta dependência e esta maneira de governar. Por causa da sua fé, compareceu diante magistrado romano. No interrogatório, teve respostas de grande alcance, como a seguinte: vós podereis me tirar a vida; mas só um ma pode restituir, o autor da Vida- Deus. Foi lavrada a sentença da sua morte. Enquanto Roma se divertia, Cecília foi condenada a morrer. No seu rosto havia grande paz! O seu corpo foi enterrado nas catacumbas romanas de São Calixto (cemitério subterrâneo dos cristãos). Mais tarde foi encontrado intacto. Agora temos um réplica agora na Igreja. de S. Calixto. No terreno do palácio da sua família, foi construída a Basílica de Santa Cecília, ainda hoje existente, onde era celebrada a sua memória no dia 22 de Novembro já no século VI.

A vida de Cecília é um farol de vida . Eis resumidamente algumas notas do seu testemunho para a nossa vida:

1º - Crer em Deus e em Jesus Cristo e não nos deuses. Cecília foi martirizada por viver a sua fé em Deus Criador e Salvador, anunciado por Cristo. Abandonou o culto aos deuses e substituiu "o jogo, o pão e o teatro" (da famosa expressão : "se queres dominar o povo e subjuga-lo dá-lhe pão e circo") por uma vida comprometida com Jesus e o irmão, com o bem comum e com a Igreja.
2º- Uma fé com Obras. Cecília acudia aos inúmeros pobres miseráveis da cidade de Roma, numa altura em que se abria um grande fosso entre os patrícios, os nobres e o restante povo. Como as coisas se repetem! Ela viveu uma fé transformada em obras de generosidade, de partilha e de entrega.

3º DAR a vida: Como da vindima e do esmagar os bagos surge o precioso néctar, quanto da beleza e da felicidade da vida é gerada na dor!!! Cecília deu a vida por causas: a fé, a justiça, a comunidade cristã. Renunciou ao seu egocentrismo, ao pensar somente em si e deu a vida por ideais de bem e de bondade: "quem der a sua vida por minha causa e por causa do evangelho, ganhá-la-á", diz-nos Jesus. A vida, sem uma causa e um sentido, reduz-se a um produto a ser consumido...Qual o sentido da nossa vida. Quais as causas que nos movem?

Que o testemunho de vida, de fé, de amor, de generosidade, de compromisso, de doação de Cecília, ilumine a encoraje a cada um de nós e à nossa paróquia!


fechar