QUE ALIMENTO PARA A VIDA? XXIII Domingo Comum e FESTA DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO
Data: 08/09/2018

QUE ALIMENTO PARA A VIDA?
XXIII Domingo Comum e FESTA DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO

Celebramos este fim de semana a Festa do Santíssimo Sacramento, ou Festa do Senhor ou festa do Corpo de Deus. Esta festa que se mantém em muitas partes do mundo, nas milhares de paróquias, decorre na sequência da celebração da Festa do Corpo de Deus, realizada esta 60 dias após a Quinta-feira Santa. São festas que apontam para Jesus no Sacramento da Eucaristia, o Pão vivo descido do céu. Eis algumas dicas sobre a Eucaristia, inspiradas também nas leituras do 23º domingo comum.
1. A Eucaristia é libertação do individualismo e da pessoa centrada sobre si mesma. No evangelho, Jesus vai ao encontro de um surdo-mudo e liberta a sua voz e a sua audição. Liberta também o seu coração e a sua auto suficiência. Ou seja, aquele homem é um ser fechado sobre si mesmo, não comunicava, estava isolado. A acção de Jesus faz com ele se abra. É isso a Eucaristia; ela abre-nos ao mistério do outro e ao mistério de Deus.
2. A Eucaristia realiza e celebra a nossa condição de filhos de Deus, de irmãos, iguais uns aos outros. Na Eucaristia ninguém é superior a ninguém; somos chamados a acolher-nos e respeitar-nos como amigos, irmãos e companheiros. Somos todos celebrantes, ouvintes, participantes. Todos têm prioridade É esse o apelo da 2ª leitura.
3. "Queres honrar o Corpo de Cristo?" Eis as Palavras de S. João Crisóstomo :
Não comeces por desprezá-lo quando ele estiver nu,
Não o honres com vestes de seda, para o desprezar quando sofre o frio ou a nudez.
Porque aquele que disse "este é o meu Corpo" é o mesmo que disse:
"Viste-me com fome e não me deste de comer".
Que vantagem haverá em que a mesa de Cristo
esteja carregada com vasos de oiro enquanto Ele morre de fome?
Começa por saciar o faminto e, com aquilo que te sobrar, honra o seu altar.
Fazes um cálice de ouro e não dás um copo de água fresca?
E, para que serve revestir o altar de Cristo de véus de oiro,
se não dás a roupa de que Ele precisa?
Por isso, quando tu ornamentas a igreja, não esqueças o teu irmão em sofrimento,
porque esse templo tem mais valor do que o outro.
4. A Eucaristia é o alimento. Ninguém vive sem se alimentar. Para viver, dependemos não só da comida, mas também do pão da fraternidade, do carinho, da justiça. Do pão de Deus. Nessa experiência de repartir o pão de cada dia, seja o pão de trigo, seja o pão da dor ou da alegria, Deus está presente. Celebrar a Eucaristia é também uma denúncia contra a falta de fraternidade que existe no mundo; porque na Eucaristia comemos do mesmo pão, quando na vida falta pão para tanta gente. Acreditamos e celebramos tudo isso na comunhão. A Eucaristia é Deus mesmo se repartindo como pão, na doação de Jesus.


fechar