ADVENTO: renovar a juventude da alma e a alma da Juventude
Data: 02/12/2017

Tempo do Advento e Missas do Parto

Neste Domingo inicia-se o chamado Tempo do Advento. É o tempo de preparação para a Vinda de Jesus, para o seu nascimento, particularmente na nossa alma, na nossa vida, na nossa família, na vida da nossa comunidade. É um tempo de atenção, de esperança, de alegria,de conversão, de perdão, de partilha, de solidariedade, de oração e de diálogo!
Na nossa paróquia, vamos ter como tema geral: "renovar a juventude da alma e a alma da juventude". Neste tempo de mudança atmosférica, vamos dar atenção a um elemento particular do Natal : o pinheiro de natal e, entre nós, as searinhas. Tendo em conta o próximo ano civil dedicado ao Património Cultural, nas missas do Parto, solicitamos que se tenha em conta o património de cada sítio...


SIMBOLO FORTE: O Pinheiro de Natal
O nosso símbolo natalício é a Arvore de natal. É uma tradição muito antiga usar-se a árvore de Natal, O pinheiro de Natal e, entre nós, as searinhas. Os alemães usam o Ramo de Santa Bárbara. Qual o significado desta tradição? Quando, no meio da escuridão e do frio do Inverno, colocamos no presépio tais elementos da natureza, eles significam o reflorescimento da natureza, a vida nova que nasce e rebenta. A nossa vida nova. Ela representa a juventude de alma que renasce sempre... Ela é a expressão da nossa vida interior e da nossa vida relacional: ás vezes está frio dentro de nós, os sentimentos congelam, a vontade está regelada, a alegria é um gelo! O nosso coração está frio! A s nossas relações hibernaram! A vida é Inverno. E , ás vezes um inferno... Nada parece viver em nós. A Arvore de Natal verde e natural e as searinhas fortalecem a vida apagada, fazem renovar a esperança e a alegria. A árvore de Natal é uma imagem de que, pelo nascimento de Cristo, a vida vence sempre e renasce sempre! Quando coloco o Pinheiro de Natal na minha casa ou semeio as searinhas, tenho então a intuição profunda de que a minha casa e sobretudo a minha alma se transformam pelo nascimento de Cristo!




I DOMINGO DO ADVENTO- Atenção, Vigilância
O Evangelho deste domingo diz-nos como se deve a começar a preparar o Natal... A palavra mágica é “vigilância”, "estar atentos" . Estar vigilante na nossa família é dar atenção às alegrias e tristezas do pai, da mãe, do filho/a, do esposo, da esposa, do avô, da avó; é ver quem sofre e ajudá-lo, observar se alguém necessita de uma palavra de alento, de entusiasmo, dar apoio a quem vive desanimado, visitar quem está só! Estar vigilante aos problemas da criação, à poluição da terra e da atmosfera, da alma e das relações. Estar atento ao caminho, à Igreja, ao mundo. Estar atento sempre... Todos nós "caímos como folhas" na desatenção, na insensibilidade, na indiferença, no deixa andar. Preparemos o nosso coração, a nossa inteligência e o nosso olhar neste Natal para não cairmos na insensibilidade em relação ao irmão, ao amigo, à pessoa que amamos, à vida, à natureza, à Igreja, à presença de Deus no mundo que quer encarnar....



fechar